Posts Tagged 'entretenimento'

Coca-Cola ensina o que é experiência de marca no mundo das redes

Como provocar uma experiência de marca efetiva, que se integre a forma como as pessoas se relacionam atualmente?

Esta ação da Coca-Cola em parceria com o Facebook aponta para a revolução nas experiências de marcas, e no uso que elas farão da rede daqui para frente. Provavelmente ainda pouco replicável em larga escala, e com algumas questões de privacidade a serem discutidas, não deixa de ser um case totalmente inovador.

Um ensinamento sobre experiência em 360 graus (confesso que em um local bastante inesperado para mim).

Vale assistir!

Anúncios

30 dias em NY

New York é o local escolhido para a nova ação da Absolut relacionada ao mundo da arte. Com o nome de Thirty Days NY , a ação se dá em um típico loft novaiorquino no centro da cidade, onde durante 30 dias, receberá diversos atos relacionados com arte, cultura e entretenimento.

Com representações semanais, exposições, projeções, atuações, o loft em Tribeca contará com a participação de artistas, músicos, escritores e cineastas de todo o mundo.

Uma idéia simples, relativamente barata e que proporciona uma experiencia muito marcante para quem participar. Mas se por acaso você não vive me New York, fique tranquilo, essa ação será realizada também em outras cidades do mundo.

Pretendo escrever mais por aquí sobre a Absolut, que para mim é um exemplo a ser seguido.

Rodolfo

O Skol Sensation como marco de uma nova era de eventos grandiosos.

Grandes eventos de música com patrocínio de grandes marcas no nome não são nenhuma novidade. Nos anos 90 tivemos o Hollywood Rock, Philips Monsters of Rock, Free Jazz Festival, entre outros. Nos anos 2000 vieram o Planeta Terra, Tim Festival e o Skol Beats, que é o antecessor do Skol Sensation. Todos esses eventos tem como semelhança o alto investimento em artistas de renome internacional e nacional, que atraiam grande público, no entanto  a estrutura dos eventos em si não trazia nada fora do que estamos acostumados a ver em terras tupiniquins, com as já costumeiras dificuldades de estacionamento, entrada e saída do evento tumultuadas, compra ingressos com extrema dificuldade e também falhas no som e nas imagens dos telões, quando existiam.

Acredito que o medo dos investidores em ousar na estrutura vêm do fracasso do Rock In Rio, que foi o último grande evento no Brasil a ousar. Fracasso financeiro devido ao público, mas sucesso de conhecimento de marca, o que ficou claro quando o festival se internacionalizou, realizando edições em Portugal e na Espanha, lugares com melhor estrutura para a viabilização financeira de um festival com tamanho investimento.

O Skol Sensations é uma idéia importada da Alemanha, que já se mostrou um sucesso em diversos outros países e teve a sua primeira edição em 2009, mesmo sem nomes de peso, o conceito e a qualidade do que foi oferecido ao público proporcionou uma experiência inesquecível, principalmente para nós brasileiros, que não estamos acostumados com tamanho capricho de produção e estrutura.

A Skol esse ano promete um evento ainda melhor, e a expectativa é que com o sucesso do Sensation, o Brasil perca o medo de trazer espetáculos grandiosos, como por exemplo do violinista André Rieu. Ao assistir um DVD dele, nunca consigo imaginar aquilo sendo feito no Brasil. Vamos torcer para que o Sensation abra novas fronteiras, e as marcas comecem a investir em eventos que tragam experiências inesquecíveis.

Paulo Victor



%d blogueiros gostam disto: